Menores fazem 20 reféns em motim na Febem Tatuapé (SP)

Situação continua tensa no Complexo Tatuapé da Fundação Estadual do Bem-Estar do Menor (Febem), na zona leste de São Paulo, onde menores estão rebelados desde as 21h30 de terça-feira. De acordo com informações do Sindicato dos Funcionários da Febem, um total de 20 agentes educacionais é feito refém. Segundo a Polícia Militar e assessoria de imprensa da Febem, o motim começou com uma briga entre dois internos da ala 12. Durante a rebelião, que atinge principalmente as alas 1, 5, 12, 14 e 23, onde estão abrigados menores de maior periculosidade, quatro agentes teriam sido feito reféns e um deles se feriu ao cair de um telhado tentando fugir dos menores. O agente foi socorrido por um resgate do Corpo de Bombeiros e levado para hospital da região. Os adolescentes subiram nos telhados e atearam fogo em colchões e foi necessária a presença dos bombeiros na unidade. Uma hora e meia após o início do motim, os menores tentaram uma fuga, mas foram impedidos por policiais da 4ª Companhia do 8º Batalhão, que cercaram o complexo. Cada uma das alas da Febem Tatuapé abriga entre 80 e 100 menores.DesativaçãoNa semana passada, quando ainda era governador do Estado, Alckmin participou do início do processo de desativação do complexo Tatuapé da Febem. O espaço será transformado em parque. O ex-governador informou que o parque será implementado em duas etapas. A primeira fase está localizada na área que fica de frente para a Avenida Celso Garcia e ao lado da Polícia Militar. A previsão é que a demolição da unidade seja concluída em 90 dias e a construção do parque, em fase de licitação, deve começar em junho. O novo modelo que o governo do Estado quer para a Febem é o baseado na descentralização, com unidades pequenas, construídas de preferência nas cidades de origem dos jovens e onde possam ser aplicadas medidas socioeducativas. As visitas dos pais aos menores infratores ficaria muito mais facilitada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.