Menores são presos durante seqüestro-relâmpago em SP

Três menores foram presos ontem à noite quando mantinham dois reféns dentro de um veículo, durante um seqüestro-relâmpago na Penha, bairro da zona leste de São Paulo. O técnico em mecânica Carlos Roberto Batista de Paula, 47, e o filho Diogo Pires de Paula, 15, foram dominados pelos menores no cruzamento da Rua Assis Ribeiro com a Rua Gabriela Mistral, na Penha Zona Leste, por volta das 21h00 de ontem.O trio dominou Carlos, que foi obrigado a abrir a porta de seu carro, e um dos menores, E.F.S., 16, armado com um revólver calibre 38, tomou a direção do volante. Seus comparsas, J.C.S.J., 14, armado com uma pistola de brinquedo, e L.C.L., 13, foram para o banco traseiro do veículo ameaçando o filho do mecânico, enquanto o pai da criança ficou no banco da frente.Policiais do Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil (GOE) testemunharam a ação dos menores, chamaram reforço ao Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), e começaram a seguir os assaltantes. Os bandidos, que já haviam roubado R$ 133 e cartões bancários da vítima seguiram em direção a Guarulhos, município da grande SP, sem perceber que estavam sendo seguidos.Próximo ao Internacional Shopping Guarulhos, os policiais realizaram o cerco ao veículo onde estavam bandidos e vítimas. Não houve tiroteiro, os três adolescentes acabaram detidos e serão levados ao SOS Criança. O caso está registrado no 10.º Distrito Policial, da Penha, pela delegada Patrícia de Mariani Buldo.

Agencia Estado,

30 de outubro de 2001 | 03h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.