Menos de 18% das cidades têm guarda municipal

Em 153 municípios, os guardas usam armas de fogo, o que só é permitido por lei aos com mais de 50 mil habitantes ou que façam parte de regiões metropolitanas

Luciana Nunes Leal, O Estado de S. Paulo

03 Julho 2013 | 10h19

RIO - É crescente, mas ainda baixa, a proporção das cidades que têm guardas municipais, passando de 15,5% em 2009 para 17,8% em 2012, segundo o Perfil dos Municípios Brasileiros, divulgado nesta quarta-feira, 3, pelo IBGE.

Entre os 993 municípios com guarda própria, 153 (15,5%) têm guardas com armas de fogo, o que só é permitido por lei às cidades com mais de 50 mil habitantes ou que façam parte de regiões metropolitanas.

Nas cidades com população entre 20 mil e 50 mil habitantes, 28,4% têm guardas municipais. A proporção sobe para 47,1% nas cidades que têm entre 50 mil e 100 mil habitantes. Entre os municípios com população de 100 mil a 500 mil, 71,2% têm guardas próprias. Nos grandes centros, com 500 mil habitantes ou mais, 84,2% têm guardas municipais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.