Mercadante aposta no horário gratuito para crescer

O candidato do PT ao governo de São Paulo, senador Aloizio Mercadante, afirmou nesta quinta-feira que a campanha deve ganhar vida com o horário eleitoral gratuito, que começa em agosto. "A medida que a campanha for avançando, e com os militantes nas ruas, vamos reverter a situação", disse, referindo-se à pesquisa Datafolha divulgada ontem, na qual manteve 15% das intenções de voto. O candidato do PSDB, José Serra, teve 48% das intenções, e Orestes Quércia (PMDB), ficou com 11%.Questionado sobre o fato de que o eleitor do presidente Luiz Inácio Lula da Silva não transfere sua intenção de voto para ele, ponto analisado na pesquisa divulgada ontem, o candidato do PT explicou que isso ocorre sempre nas eleições. "É a memória das eleições anteriores. A medida que a campanha avança, o eleitorado começa a prestar atenção no processo eleitoral", afirmou.Mercadante caminhou hoje pelas ruas comerciais do centro de Mogi, acompanhado do deputado federal Professor Luizinho, envolvido no escândalo do mensalão, do candidato a deputado federal Renato Simões, e dos prefeitos de Guarulhos, Elói Pietá, e de Suzano, Marcelo Candido.ICMSEm entrevista coletiva, Mercadante disse que caso seja eleito, pretende rever os critérios de repartição de ICMS entre municípios do Estado. "Por exemplo, cidades que têm refinarias ou cana-de-açúcar, têm um retorno de todo o ICMS arrecadado, mas os outros municípios ficam só com os problemas", explicou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.