Mercadante cobra empenho do PT na defesa de Lula

O candidato do PT ao governo de São Paulo, Aloizio Mercadante, cobrou mais empenho do partido na defesa as realizações do governo Lula, durante campanha, região de Sorocaba, para cerca de 200 pessoas, num clube local. "O partido tem de defender Lula na rua, levar os argumentos e mostrar o governo", disse, em discurso para cerca de 200 pessoas. Segundo ele, o eleitor não quer ouvir ataques a outros candidatos e, sim, conhecer as propostas de cada candidato. "Quando a gente aponta o que Lula fez em três anos e meio, não tem como comparar com o que os outros fizeram." O candidato citou a criação de empregos, o pagamento da dívida com o Fundo Monetário Internacional (FMI), a instalação de novas universidades, o crescimento das exportações e os programas sociais como o Bolsa-Família como as principais realizações do governo petista. "O PSDB e o PFL têm grande dificuldade em apresentar propostas no Estado", criticou. "O que eles vão dizer da segurança pública? O crime organizado controla a sociedade de dentro dos presídios. Os delegados da Polícia Civil de São Paulo, o Estado mais rico, têm o segundo menor salário do País."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.