Mercadante diz que São Paulo descumpre investimento em habitação

O candidato do PT ao governo do Estado, senador Aloizio Mercadante, defendeu a ampliação dos mecanismos públicos de financiamento para a compra de moradias, e acusou o governo de São Paulo de não investir o mínimo determinado no Orçamento Estadual. O candidato está reunido com presidentes das entidades ligadas ao mercado mobiliário em São Paulo, entre elas o Sindicato da Habitação (Secovi), o Instituto de Engenharia, a Associação Paulista de Empresários de Obras Públicas (Apeop), Sindicato das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva (Sinaenco), Sindicato da Indústria da Construção Pesada (Sinicesp) e o Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon), na sede do Secovi, na Vila Mariana. Mercadante pediu que fosse marcado o encontro para apresentar suas prioridades de governo e discutir o setor imobiliário no Estado.Referindo-se à polêmica da segurança pública no Estado, o candidato negou que tenha definido um acordo para aliviar a troca de ataques entre PT e PSDB a respeito do tema. "O único acordo que vai tirar esse tema da minha pauta é a paz", afirmou. O senador também disse esperar que a reunião do Copom determine uma nova redução na taxa de juros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.