Merenda escolar terá cafezinho em Varginha

O município de Varginha, no sul de Minas Gerais, vai incluir, de modo pioneiro, o cafezinho na merenda escolar. A iniciativa tem como base estudos do professor Darci Roberto de Lima, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mostrando os benefícios da bebida, tomada moderadamente pelas crianças durante o período diurno. "Sabe-se que o café é um importante estimulante e antidepressivo", informa Joadylson Barra Ferreira, titular da inédita Secretaria Municipal do Café de Varginha.Inicialmente, a bebida será oferecida como opção, misturada ao leite, que é o principal item da merenda. Mais 10 mil estudantes da rede municipal de ensino passarão a ser potenciais consumidores. Estima-se que o consumo mensal deve alcançar entre mil e 1,2 mil kg de café torrado e moído.O secretário acrescenta que o potencial de consumo nacional é de 8 milhões de sacas, considerando as 30 milhões de crianças matriculadas na rede pública de ensino.Varginha é um dos principais municípios produtores de café do País. Cerca de 45% da arrecadação da cidade, estimada em R$ 60 milhões este ano, vem das atividades relacionadas ao café. Os produtores da região colhem cerca de 250 mil sacas em cada safra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.