Merenda estragada intoxica 200 estudantes na BA

Pelo menos 200 estudantes das escolas municipais de Uruçuca, a 405 quilômetros da capital baiana, se intoxicaram após se alimentarem com a merenda escolar distribuída pela prefeitura. As crianças e adolescentes consumiram macarrão, frango e bife de soja no início da tarde de ontem e começaram a se sentir mal minutos depois. O pequeno centro de saúde de Uruçuca teve recorde de movimento. Além dos médicos e funcionários do posto, agentes de saúde e guardas municipais foram convocados para ajudar. Os casos mais graves foram transferidos para hospitais das cidades de Itabuna e Ilhéus. Nesta manhã, dez estudantes permaneciam internados, mas todos estão fora de perigo. Amostras de alimentos e água foram recolhidas pelos técnicos da 6ª Diretoria Regional de Saúde, com sede em Ilhéus, para análise. Além disso, o Ministério Público da região decidiu investigar o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.