Mergulhador pode apenas perder olfato

O mergulhador Emerson de Oliveira Abreu, de 36 anos, que teve a cabeça perfurada no sábado por um arpão, enquanto praticava caça submarina na Ilha do Governador (zona norte), está com o estado de saúde estável e deve permanecer internado por mais uma semana. Segundo o neurocirurgião Manoel Moreira Filho, pode ser que Abreu tenha uma pequena perda do olfato. Ele está lúcido e sem lesões motoras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.