Mesmo com chuva, mais 5 cidades decretam emergência no RS

Previsão de chuvas para os próximos dias não reverterão efeitos da estiagem, diz Defesa Civil

Fabiana Marchezi, Central de Notícias

13 de maio de 2009 | 12h55

Mais cinco municípios do Rio Grande do Sul decretaram situação de emergência nesta quarta-feira, 13, por conta da estiagem que atinge o estado apesar da previsão do retorno das chuvas.

 

Veja também:

 

Pinhal da Serra, Trindade do Sul, Mato Leitão, Sinimbu e Erebango foram as últimas cidades que decretaram estado de emergência. São 1,2 milhão de pessoas atingidas em 224 cidades, de acordo com a Defesa Civil Estadual. As regiões mais atingidas pela seca são o norte e o nordeste do Estado.

 

Mesmo com a previsão de chuvas ocasionada pela frente fria que se desloca a partir desta quarta, a estiagem não deve ser revertida de imediato. Segundo informações da Secretaria Nacional de Defesa Civil, os temporais, que podem até trazer granizo nas regiões atingidas, devem apenas amenizar os efeitos da seca.

 

A secretaria recomenda que a população evite áreas de alagamentos e lugares que ofereçam pouca ou nenhuma proteção contra raios e ventos fortes. Há risco de deslizamentos de encostas, morros e barreiras. Os alertas foram baseados em informações do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec) e do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Mais conteúdo sobre:
climaestiagemRS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.