Messi ou menos

Depois de Maxi Biancucchi, "o primo do Messi" que o Flamengo foi buscar na Argentina, o Corinthians praticamente acertou com o Huracán a contratação do meia-atacante Matías Defederico, "o novo Messi". Isso é mais ou menos como se o Kaká tivesse um parente e um sucessor natural atuando com os respectivos epítetos de afinidade no Boca Juniors e no River Plate. Imagina as piadas que não faríamos a respeito aqui no Brasil! E, vice-versa, essa fixação do brasileiro em associar de alguma forma ao Messi jogadores vindos da Argentina já virou anedota em Buenos Aires. Dizem por lá que, para a vaga do técnico Dunga, a CBF poderá um dia importar Diego Maradona, o "primeiro Messi" ou, como sustentam os saudosistas do futebol bicampeão do mundo, o "verdadeiro Messi". Pura provocação às vésperas de um daqueles Brasil x Argentina que valem mais que vaga em Copa do Mundo. Quem perder vai ouvir a vuvuzela do vizinho perturbando o sono por um bocado de tempo. DESAPARECIDOCadê o Carlos Minc? Só se fala disso em Brasília! Desde que assumiu a pasta do Meio Ambiente, o ministro nunca passou tanto tempo longe das primeiras páginas de jornal. Aí tem!GEL BENTOMuito ainda pode ser feito para conter o avanço da gripe suína. Por exemplo: a Igreja Católica já cogitou usar álcool em gel no lugar da água benta?!Cenas de um ato secretoJá está chegando às calçadas de todo o País a versão pirata em DVD do encontro de Dilma Rousseff e Lina Vieira na Casa Civil. Parece que é um escândalo!Ritmo de tartarugaEm operação padrão por melhores condições de trabalho, os PMs de Salvador imprimiram ao serviço nesta semana o ritmo natural dos garçons em toda a Bahia.Upgrade biográficoEnfim uma boa notícia para o ex-presidente Bush: deu no Washington Post que o ex-vice Dick Cheney fala mal do antigo chefe na Casa Branca em livro de memórias que se prepara para lançar.Chão de estrelasAstrônomos brasileiros criaram a Maratona da Via Láctea como ponto de partida numa campanha para defender o direito universal à luz das estrelas, por meio da racionalização da iluminação nas cidades. Isso quer dizer o seguinte: deve ser uma delícia viver no mundo da lua, né não?Nova nomenclaturaCaça-fumaça, bota-bituca... São Paulo assiste à comovente batalha da lei antifumo para não deixar o hífen se pagar. Boato infameDe uma vez por todas, o Criança Esperança deste ano não vai homenagear Michael Jackson coisa nenhuma. E não se fala mais nisso, OK?!

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.