Metade dos infectados por HIV são mulheres, mostra relatório

Cerca de metade dos 37,2 milhões de pessoas entre 15 e 49 anos contaminados pelo HIV são mulheres. Os dados, publicados nesta terça-feira, constam do relatório "Um balanço sobre a epidemia mundial de Aids 2004" feito pela agência das Nações Unidas contra a Aids (ONU/Aids) e pela Organização Mundial de Saúde.Segundo o documento, o número de mulheres que vive com HIV aumentou em todo o mundo nos últimos dois anos. As alterações mais fortes ocorreram no leste asiático (China, Indonésia e Vietnã), centro asiático e Europa oriental (Ucrânia e Federação Russa).Na África subsaariana, região do mundo mais afetada pela Aids, cerca de dois terços dos adultos que vivem com a doença são do sexo feminino, ou seja 13,3 milhões.O relatório revela ainda que o número de infectados atingiu o seu máximo. Saltando de 36,6 milhões em 2002 para 39,4 milhões (37,2 de adultos e 2,2 milhões de crianças).Cresce epidemia no BrasilNa América Latina, um terço dos 1,7 milhões de infectados estão no Brasil. Segundo o relatório, atualmente, a transmissão heterossexual é a principal causa de propagação do vírus no País e as mulheres são cada vez mais atingidas.Em certas regiões do Brasil, os consumidores de droga injetáveis representam pelo menos metade dos casos da doença, afirma o relatório.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.