Metal estranho no corrimão

Carta 18.997Há poucos meses feri minha mão ao apoiá-la no corrimão da escada-rolante que vai do G1 para o VIP do Shopping Pátio Higienópolis, pois algo metálico estava espetado na borracha. Um funcionário acionou alguém pelo rádio, para tomar providências. Em 26/6, por volta das 13 horas, me aconteceu a mesma coisa, na mesma escada. Dessa vez não apoiei totalmente a mão, senti o metal apenas de leve, mas vi algo metálico escuro, de uns 2 cm de altura, saindo da borracha. Tentei arrancá-lo mas não consegui. Como essa foi a 2.ª vez que isso ocorreu em pouco tempo, creio que não procuraram com cuidado da primeira vez. Espero que respondam esta queixa e que me avisem quando acharem e extirparem o metal. Dez dias após a queixa, uma funcionária do shopping, muito educada, telefonou e disse que a empresa terceirizada encarregada havia resolvido o caso. Acreditei, mas no dia 19/7 voltei a pousar a mão (eu não aprendo!) e tive o ?prazer? de rever o metalzinho. A amiga que estava comigo pode atestar que não estou delirando. Ou a administração do shopping assume a reputação de irresponsável, ou então exponha ao público a tal terceirizada, incompetente e irresponsável.IRENE KANTOR - CapitalO Shopping Pátio Higienópolis responde:"Lamentamos o ocorrido e informamos que solucionamos o caso e nos comunicamos com a cliente. A empresa responsável pela manutenção dos elevadores e escadas-rolantes substituiu um dos corrimãos dessa escada rolante no dia 20/7. Não há histórico de problemas anteriores."Carta 18.998Ingresso de estudanteQuando telefono para a Tom Brasil, eles informam que ainda há meia-entrada, mas quando vou comprá-los no local, estão esgotados. O estudante tem de pagar inteira, e ainda suportar a arrogância da atendente.LÚCIA HELENA SILVESTREBrooklin PaulistaA Tom Brasil responde:"Nós nos reservamos o direito de vender meia-entrada somente na bilheteria (Lei Municipal 11.355), para nos proteger do grande número de carteirinhas falsas existentes. Sentimos pelo ocorrido, mas os ingressos de meia-entrada para alguns shows estão realmente esgotados. Talvez no momento da ligação da leitora ainda houvesse ingressos disponíveis, esgotados na hora da compra devido à grande procura. Quanto ao atendimento, exigimos de todos os nossos funcionários que ele seja sempre cordial." Dia 11/7 fui ao Cinemark do Shopping Sta. Cruz, onde me recusaram o benefício da meia-entrada, pois além da carteira de estudante eu seria obrigado a apresentar comprovante do meu vínculo com a instituição de ensino (que apresentei ao pedir a carteira). Um desrespeito aos estudantes e à lei. RICARDO BERTULLI VALENTELuzO Cinemark responde:"Devido à proliferação de carteiras falsificadas em todo o Brasil, a Federação Nacional das Empresas Exibidoras Cinematográficas exerce controle maior sobre as carteiras, com o apoio das redes de cinemas filiadas à FNEEC. A Cinemark usa o direito garantido pela MP 2208 de exigir documentos complementares (como carteira de identidade e comprovante de matrícula) para portadores de carteiras não emitidas pelas próprias instituições de ensino fundamental, médio e superior e/ou agremiações estudantis como a UNE e a Ubes. A campanha, iniciada em abril, tem sido amplamente divulgada e discutida pelos veículos de comunicação, além de banners explicativos estarem expostos nos cinemas desde o início da campanha. Infelizmente, foi o vasto uso de carteiras falsas que criou essa situação, desconfortável para os cinemas e para os verdadeiros estudantes."Carta 18.999Injusto para os idososTenho 66 anos. Quis comprar ingressos para o Blue Man, no Credicard Hall, mas a Ticketmaster não vende meia-entrada por telefone ou internet. Só se pode comprá-los pessoalmente, e não para outros, mesmo com documento (exigem a presença). Será que querem transformar a bilheteria em fila do INSS? Ou impedir a venda dos ingressos mais baratos? Esse sistema, para os idosos, é penoso, injusto e antiquado. JORGE EDUARDO LANDÉ CapitalA Ticketmaster responde:"Seguimos a legislação que regulamenta a venda de meia-entrada e estipula quem é beneficiado, bem como os documentos para a comprovação da condição."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.