Metalúrgicos protestam por morte de técnico na Voith Siemens

Metalúrgicos pretendem realizar um protesto em frente à Voith Siemens Hydro Power Generation às 5h30 de quinta-feira, 12, no Jaraguá, zona oeste de São Paulo, para pedir melhores condições de segurança. Na última segunda, um funcionário morreu dois dias após sofrer um acidente na empresa. O técnico de Ensaios Trainee Eduardo Pereira da Silva Borges, de 21 anos, acidentou-se no sábado, às 16h50. Ele foi levado para o Hospital Parada de Taipas, na zona norte da Capital, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu na manhã de segunda. O acidente envolvendo o técnico foi o décimo na empresa somente neste ano, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo. Em nota, a Voith informou que "os motivos do acidente estão sendo investigados por responsáveis pela segurança e saúde do trabalho da empresa". Um comunicado emitido pelo sindicato afirma que Borges fazia hora extra no momento do acidente, no qual teria sofrido uma descarga de 24 mil volts ao tocar num cabo energizado. O corpo do técnico foi enterrado na terça, 10, no cemitério Alfa Campos, em Jandira, interior do Estado.

Agencia Estado,

11 Abril 2007 | 20h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.