Metrô anuncia obras e inauguração

Começa escavação da 2.ª etapa da Linha 5 e, em dezembro, será entregue a Estação Sacomã, da Linha 2

Eduardo Reina, O Estadao de S.Paulo

14 Agosto 2009 | 00h00

Na segunda-feira será anunciado pelo governo do Estado um calendário de início de obras e entrega de estação do Metrô de São Paulo. Terá início a escavação do túnel da segunda etapa da Linha 5-Lilás, na futura Estação Adolfo Pinheiro. O governador José Serra irá ao evento. Também deverão ser anunciadas a data de inauguração - dezembro - de mais uma estação da Linha 2-Verde, a Sacomã, no Ipiranga, e a conclusão da escavação do túnel da Linha 4-Amarela pelo tatuzão. A máquina chega à futura Estação Luz com uma semana de atraso. Trata-se de mais uma etapa do plano de expansão do Metrô, que hoje tem apenas 61,3 km. A Linha 2 interligará a região do Largo Ana Rosa à Vila Prudente, com passagens pelos bairros de Vila Mariana, Chácara Klabin, Ipiranga, Sacomã e Vila Prudente. O trecho tem integração com a Linha 1-Azul nas Estações Paraíso e Ana Rosa. Na Estação Chácara Klabin haverá também conexão com a extensão da Linha 5-Lilás. Já a Estação Sacomã, que será aberta em dezembro, tem interligação com o Terminal Sacomã do Expresso Tiradentes e com o terminal rodoviário que recebe ônibus intermunicipais vindos da região do ABC. A conclusão da escavação dos 12,8 km da Linha 4 finaliza mais uma etapa da obra, que está na fase de colocação dos trilhos e dos sistemas de sinalização de via. A previsão é iniciar testes com os trens, sem condutores, em novembro. A construção da nova parte da Linha 5-Lilás terá 11 estações. Serão mais 11,4 km de via com previsão de conclusão em 2014. Nesse trecho serão feitas desapropriações de 114 imóveis entre a futura Estação Adolfo Pinheiro e a Subestação de Energia Elétrica Bandeirantes, na região de Moema e Campo Belo. No total serão cerca de 360 desapropriações. Será feita compensação ambiental pelas árvores derrubadas para a execução das obras, com a criação de três parques: dois na Rua Visconde de Porto Seguro e um na Avenida Professor Rubens Gomes de Souza.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.