Metrô de SP começa expansão da Linha 2

A expansão da linha Verde do Metrô começa oficialmente hoje, com direito a lançamento da obra pelo governador Geraldo Alckmin. Até o final de 2006, o governo do Estado promete construir 2,9 quilômetros de vias a partir da Estação Ana Rosa. No trecho, haverá duas estações: Chácara Klabin e Imigrantes. As obras fazem parte da primeira etapa do projeto, ainda sem prazo para ser concluído, que vai ligar a Avenida Paulista ao Sacomã (Zona Sul). Nesta manhã serão acionadas as máquinas. A obra começa no poço de serviço do Metrô ? a 20 metros de profundidade, no canteiro central da rua Vergueiro, perto do número 2.500. O investimento é financiado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que liberou verbas em outubro do ano passado. As cifras para que as duas estações sejam finalizadas chegam a R$ 462 milhões. De acordo com o governo, pelo menos R$ 111,1 milhões serão gastos neste ano. A segunda etapa ? que ainda não tem data de conclusão definida ? prevê mais duas estações: Ipiranga e Sacomã. Serão mais 2,2 quilômetros de trilhos, além de um pátio de manutenção e estacionamento de trens no fim da linha. No início do ano, o Metrô já havia iniciado um projeto de reformas na linha Verde com o dinheiro do BNDES. Os investimentos foram feitos nas áreas de operação e segurança. Na estação Vila Madalena, os problemas de infiltração foram parcialmente reparados. Uma das plataformas foi completamente impermeabilizada. O sistema de ventilação da linha também foi melhorado. Além das obras na linha Verde, a companhia tem planos ? também sem prazo fixado ? de construir 12,8 quilômetros na Linha 4 (Amarela) ? que deve ligar a Vila Sônia à Estação Luz. No total, o Metrô espera acrescentar 15,7 km aos 58,7 km da rede atual.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.