Metrô de SP e CPTM oferecem estágio para jovens da Febem

A Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô), a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), vinculadas à Secretaria dos Transportes Metropolitanos), a Dersa, a Secretaria de Estado da Cultura e a Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho vão oferecer capacitação e oportunidade de estágio para cerca de 50 jovens da Febem. Pela iniciativa, esses órgãos vão receber o selo Empresário Amigo da Febem, às 11h de hoje, no Complexo da Febem Raposo Tavares, durante a inauguração de duas unidades do complexo. Estarão presentes o governador Geraldo Alckmin, secretários de Estado, além dos presidentes da CPTM, Mario Bandeira e do Metrô, Luiz Carlos Frayze David.A iniciativa faz parte da proposta do Governo do Estado de São Paulo de capacitar para o trabalho e inserir os adolescentes da Febem na sociedade. Jovens que cumprem medidas de semiliberdade e liberdade assistida serão selecionados pelo comportamento e por afinidade com as funções oferecidas e receberão capacitação para exercer o estágio.Das 50 vagas, dez serão oferecidas pelo Metrô, que irá contratar estagiários, em semiliberdade, com idades entre 16 e 20 anos, nas áreas de eletrônica, mecânica geral, mecânica de veículos, marcenaria e telefonia. Eles receberão mensalmente R$ 152,00, vale transporte, cesta básica e transporte gratuito no Metrô. Além disso, os jovens passarão pelo Programa de Desenvolvimento de Adolescentes, onde terão palestras, workshops e cursos de informática. Os estagiários também serão capacitados pelo Senai.Na CPTM, serão disponibilizadas 10 vagas para os jovens, que receberão por mês R$ 130,00, por quatro horas diárias de trabalho, mais vale transporte e seguro de vida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.