Metrô de SP retira bilhetes de circulação

A partir de primeiro de setembro, sete tipos de bilhetes do metrô, integrados a outros meios de transporte, perderão a validade no sistema metroviário. O objetivo é aprimorar o Sistema de Controle e Contabilização das viagens realizadas, uma vez que, há algum tempo, a integração do metrô com os trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) passou a ser gratuita e, os bilhetes que serão retirados de circulação deixaram de ser comercializados.Os bilhetes do tipo E16, integração Ida e Volta EMTU; F19, integração Ida e Volta Metrô x Fepasa; F18, integração Metrô x Fepasa; F07, integração Ida e Volta Ferrovia x Metrô ; F11, integração Metrô x Ferrovia, integrado com a antiga CBTU; F12, integração Ferrovia x Metrô; e F18, integração Metrô x Ferrovia-integrado à CPTM, serão aceitos nos bloqueios das estações do metrô até 31 de agosto.A quantidade destes bilhetes em circulação é pequena, no entanto, desde o dia primeiro de junho, para que não ocorra prejuízo aos usuários, a Companhia do Metropolitano iniciou uma campanha de divulgação, por meio de painéis, cartazes e avisos sonoros em todas as estações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.