Metrô desapropriará imóveis para nova linha em SP

A Companhia do Metropolitano de São Paulo vai desapropriar 318 imóveis para a construção de uma nova linha na capital paulista. Segundo a empresa, a linha vai ligar o bairro da Luz, no centro, à Vila Sônia, na zona oeste da cidade, passando por Pinheiros, Avenida Paulista e Consolação. No total, são 13 quilômetros de linha, com 11 estações. A obra está orçada em R$ 2,5 bilhões e a primeira etapa do projeto deverá estar pronta em quatro anos.A diretoria de planejamento e expansão da Companhia do Metropolitano informou à TV Globo que 82% dos desapropriados são das classes "B" e "C", o que, no entender da empresa, facilita as negociações. Além disso, os estabelecimentos comerciais vão ter tratamento específico. O governo do Estado liberou R$ 40 milhões para o pagamento das desapropriações que deverão começar a partir do ano que vem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.