Metrô do Rio inicia a venda de bilhetes especiais para o réveillon

Operação visa a garantir acesso mais rápido à festa da virada na Praia de Copacabana

Agência Brasil

09 Dezembro 2013 | 14h47

RIO - O Metrô do Rio começou nesta segunda-feira, 9, a venda de bilhetes especiais para o réveillon - serão 143 mil ao todo. A operação acontece pelo 16º ano consecutivo para garantir um acesso mais rápido à festa da virada do ano na Praia de Copacabana, zona sul, que reúne, em média, 2 milhões de pessoas. No entanto, ainda não há cartazes indicando o inicio da comercialização dos cartões.

Na Estação Carioca, no centro do Rio, um dos pontos de venda dos bilhetes especiais, não houve muita procura nesta manhã. Poucas pessoas ficaram sabendo que os cartões já estavam à venda.

A vendedora Sabrina Moreira, de 23 anos, disse que só soube que as vendas começavam hoje porque entrou no site do MetrôRio. "Entrei no site para saber quanto estava o preço da passagem do metrô e vi que já estavam vendendo passagens para o ano-novo. Vim comprar logo porque eu fui ano passado e amei."

O MetrôRio informou que não há muita procura pelos bilhetes especiais durante a primeira semana de vendas e que, a partir da semana que vem, serão instaladas cabines especiais.

Serão disponibilizados 143 mil cartões, sendo 104 mil de ida e volta, 26 mil de ida e 13 mil de volta, vendidos nas estações Pavuna, Nova América/Del Castilho e Saens Peña, na zona norte; Central e Carioca, no centro da capital fluminense; e Largo do Machado e Siqueira Campos, na zona sul, até o dia 24.

A partir do dia 25, a venda será feita apenas nas estações Pavuna, Central, Carioca e Largo do Machado. Os bilhetes especiais para o réveillon serão vendidos até as 19h do dia 31. O preço dos bilhetes variará de R$ 3,20 a R$ 6,40.

Os cartões especiais para ida serão divididos em cores e faixas de horário: 19h às 20h (azul); 20h às 21h (laranja); 21h às 22h (verde); 22h às 23h (vermelho); 23h às 0h (amarelo). Para a volta, os passageiros poderão acessar o transporte de 0h às 5h.

Mais conteúdo sobre:
Metrô Rio de Janeiro réveillon ano-novo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.