Metrô inicia hoje embarque especial

Em horário de pico, idosos, gestantes e deficientes terão prioridade; medida também vale para a CPTM

Jones Rossi, O Estadao de S.Paulo

30 Novembro 2007 | 00h00

Começa hoje a operação "Embarque Especial" do Metrô. O esquema prevê o uso exclusivo de vagões e entradas reservadas para idosos, gestantes, deficientes e pessoas com problemas de locomoção ou com crianças de colo (com até 5 anos de idade) nos horários de pico da manhã e da tarde em cinco estações do Metrô de São Paulo e em nove paradas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).Serão instalados sinais de identificação nos locais de embarque especial, que será realizado de segunda a sexta-feira. Agentes das duas empresas também farão a orientação dos passageiros e entregarão folhetos explicativos. Nas Estações Barra Funda, na zona oeste, e Itaquera, na zona leste da capital, os dois primeiros vagões de cada composição serão reservados para a operação durante os horários de pico da manhã, que vai das 6 às 9 horas. Nas estações Sé e Luz (sentido Jabaquara) e Paraíso (sentido Vila Madalena), somente as duas primeiras portas das primeiras composições serão destinadas ao embarque especial.No horário de pico da tarde, entre 16 e 19 horas, somente na Estação Barra Funda o primeiro vagão será integralmente usado na operação especial. Na Sé, as duas primeiras portas dos vagões serão reservadas nos sentidos Tucuruvi, Jabaquara e Corinthians-Itaquera. Já na Estação Paraíso, as entradas dos vagões que vão para Tucuruvi ficarão reservadas.CPTMNas linhas da CPTM, somente as Estações Guaianases, na zona leste, e Osasco, na região metropolitana de São Paulo, serão usadas para o embarque especial no horário de pico da manhã. O embarque preferencial só será instalado na Estação Mauá, na Grande São Paulo, em 11 de dezembro.Na parte da tarde, a operação será realizada nas Estações Brás, na zona leste, e Osasco. A partir de domingo, o esquema será implementado na Estação Luz, no embarque para a Linha E (Guaianases-Estudantes), e a partir do dia 11, para a Linha D (Luz-Rio Grande da Serra). A partir do dia 18 funcionarão nas Estações Barra Funda - Linha B (Júlio Prestes-Itapevi) - e Lapa - Linha A (Luz-Francisco Morato). Segundo a Assessoria de Imprensa do Metrô, a operação foi criada a partir de uma pesquisa realizada este mês. O estudo mostra que uma das principais reclamações dos passageiros era a dificuldade de embarque nos horários de pico e a lotação dos vagões. A pesquisa foi realizada com 2 mil passageiros do Metrô.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.