Metrô: obra da linha 4 pode começar em 2002

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse hoje, durante a inauguração da Estação Vila Olímpia da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que o edital para a construção da linha 4 do metrô paulista (Luz-Vila Sônia-Taboão da Serra) pode sair no segundo semestre. Se isso ocorrer, a previsão é de que as obras tenham início em janeiro de 2002.A divulgação depende ainda da aprovação do empréstimo que o governo do Estado fará ao Banco Mundial (Bird) e a outras instituições financeiras internacionais, além da alocação de recursos privados. A maior parte dos investimentos (60%) na linha 4 será feita pelo Estado e 40% será proveniente de empresas. O retorno financeiro ao setor privado virá da participação no resultado da tarifa.O governador estima que a primeira fase de construção deve custar R$ 2 bi. Alckmin informou ainda que a Prefeitura participará da implantação da linha através da desapropriação de terrenos localizados no trecho. No entanto, ele diz que esta participação será pequena, porque a desapropriação representa apenas R$ 50 milhões, aproximadamente, nesta primeira fase, já que a linha é quase toda subterrânea.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.