Metrô Sumaré vai ganhar praça radical ''24 horas''

Projeto da Prefeitura inclui pista de skate, quadra de basquete de rua e playground para área em Perdizes; espaço abrigava equipe do MetrôAté o fim de novembro, São Paulo deve ganhar uma nova praça, na esquina da Avenida Doutor Arnaldo com a Rua Cardoso de Almeida, em Perdizes, zona oeste. Como fica em um ponto elevado da topografia da cidade, a praça terá uma vista privilegiada, de onde será possível observar os bairros Sumaré, Perdizes e Pacaembu. A Prefeitura corre contra o tempo para entregar o projeto antes do fim da gestão: as obras começaram há menos de um mês e vão consumir R$ 750 mil. A praça, que ainda não tem nome definido, terá vocação para as atividades esportivas, com três pistas de skate com diferentes graus de dificuldade, uma quadra de basquete de rua - o chamado street basket, só com tabelas e garrafões - e um playground para crianças com balanços, escorregador e gangorra. ''A idéia era fazer uma praça esportiva, mais ativa do que contemplativa, já que a Avenida Sumaré é utilizada para caminhadas, e a Avenida Doutor Arnaldo é uma das vias percorridas pelos ciclistas noturnos'', diz André Graziano, arquiteto e paisagista da Secretaria de Subprefeituras. Outra idéia que está sendo estudada é estender o funcionamento da praça para o período da noite,aproveitando que as bancas de flores na frente do Cemitério do Araçá ficam abertas 24 horas, além da boa rede de linhas de ônibus e do metrô da região. O terreno, que pertence à Prefeitura, foi utilizado pelo Metrô por 12 anos, mesmo após o término da construção da Estação Sumaré. Ultimamente, o local abrigava uma equipe de funcionários do Metrô. Em março, o secretário das Subprefeituras, Andrea Matarazzo, requisitou a área para a construção da praça. Mas o local também contará com um espaço para bate-papo, com mesas que ficarão à sombra de um caramanchão com trepadeiras floridas. Às árvores frutíferas já existentes no local, como abacateiros, mangueiras, goiabeiras e figueiras, vão se unir mudas de ipê-branco, pau-ferro e jerivá. A intenção do projeto arquitetônico é manter o parque florido durante o ano todo. PISTAS DE SKATEA menina dos olhos da Praça dos Esportes são as três quadras de skate. Duas pistas serão da modalidade street e tentarão reproduzir os obstáculos encontrados nas ruas. A outra pista será do tipo bowl, inspirada em uma piscina vazia com fundo redondo utilizada pelos skatistas da Califórnia, Estados Unidos, quando os donos não estão em casa. Patinadores e ciclistas também poderão utilizar os equipamentos disponíveis na praça para manobras. ''Como a praça é em desnível, aproveitamos justamente essa característica para fazer uma das pistas de skate'', explica Graziano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.