Metroviários ameaçam fazer greve

Cerca de 150 metroviários participaram, no início da madrugada de hoje, de uma manifestação pacífica na estação Sé da Companhia do Metropolitano (Metrô). No encontro entre os protestantes, foi decidada a realização de uma assembléia, que ocorrerá às 18h30 desta quarta-feira. Na assembléia, a categoria discutirá uma possível paralisação das atividades de todos os metroviários, que reivindicam aumento salarial de 7,6% e participação nos lucros e resultados. Na última reunião da categoria com a direção do Metrô, não houve acordo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.