Metroviários cancelam greve em São Paulo

Os funcionários do Metrô decidiram cancelar a greve marcada para esta terça-feira, após uma assembléia na sede do Sindicato dos Metroviários, no Tatuapé, zona leste de São Paulo. De acordo com o presidente do sindicato, Flávio Godói, a categoria conseguiu ampliar, de 120 dias para 180 dias, o prazo para discutir com o Metrô um acordo coletivo, pagamento de passivos trabalhistas e um plano de carreira.A negociação foi feita hoje numa reunião de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Além disso, segundo Godói, o Metrô aceitou manter o pagamento do adicional por risco de vida até que o caso seja julgado novamente no TRT. Os metroviários vão receber um abono de 20% sobre o salário, para repor perdas do ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.