Metroviários continuam em greve em BH, Recife e outras três capitais

A próxima assembleia da categoria acontece na terça-feira, 29; trabalhadores dizem que CBTU não fez nenhuma proposta

Gheisa Lessa, estadão.com.br

28 Maio 2012 | 11h00

São Paulo, 28 - As paralisações dos metroviários continuam nas capitais brasileiras com sistema de trens administrado pela Companhia Brasileira de Transportes Urbanos (CBTU): Belo Horizonte, Recife, João Pessoa, Maceió e Natal. A próxima assembleia da categoria acontece na terça-feira, 29.

De acordo a Federação Nacional dos Metroviários (Fenametro), desde que a greve teve início, há duas semanas, o Governo Federal não realizou nenhuma proposta. O presidente da Fenametro, Paulo Roberto Pasin, reafirma que as categorias aguardam uma posição da CBTU.

"Na próxima assembleia os trabalhadores decidirão se o esquema de emergência vai continuar, a partir da falta de atenção que o Governo e a CBTU estão dando a essa greve", diz Pasin.

Os trabalhadores dos trens urbanos das cinco capitais administradas pela CBTU  estão em greve desde a segunda-feira, 14.  As paralisações afetam 500 mil pessoas, impacto que é reduzido com a operação dos trens nos horários de pico, ou seja, mesmo durante a greve, o transporte público opera em determinados horários.

Mais conteúdo sobre:
greve do metrô

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.