Metroviários de São Paulo entram em estado de greve

O Sindicato dos Metroviários de São Paulo decretou estado de greve, e a categoria poderá entrar em greve por tempo indeterminado na próxima terça-feira. A situação foi decidida em assembléia que terminou na noite desta quinta-feira.Segundo informação da Rádio Jovem Pan, os metroviários querem 9,13% de reajuste salarial e 3,79% de produtividade. O presidente do sindicato, Flávio Godói, disse que, caso a diretoria do Metrô apresente nova proposta, a greve pode ser cancelada.No entanto, se não houver entendimento até a próxima segunda-feira, no mesmo dia haverá nova assembléia, e a greve se iniciará à zero hora de terça-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.