Microônibus terão limitadores de velocidade em SP

Os microônibus de São Paulo vão ter que circular com limitadores de velocidade a partir de janeiro de 2007, segundo medidas complementares às já praticadas para o controle da qualidade da frota e segurança dos usuários de ônibus e vans definidas pela Prefeitura da capital paulista.Além de impedir que os veículos trafeguem com portas abertas e aplicar multas por excesso de velocidade, a Prefeitura está investindo em novos radares móveis do tipo pistola, para que os fiscais possam atuar com maior agilidade no controle da velocidade dos veículos, e um software para o controle de todos os tacógrafos, que deixará de ser feito por amostragem.O controle ficará ainda mais eficaz a partir da implantação do monitoramento remoto via GPS em todos os quase 15 mil veículos, processo que deverá estar concluído no primeiro semestre de 2007. Com o limitador ligado, o veículo que ultrapassar 60 quilômetros por hora tem a potência automaticamente reduzida e a porta travada.O anúncio foi feito pela Prefeitura depois dos graves acidentes registrados desde a semana passada e os problemas da superlotação dos microônibus e do abuso dos motoristas desde maio. O equipamento era facultativo e muitos veículos trafegavam com ele desligado, o que a partir de janeiro passa a ser proibido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.