Mil ficam sem aula após chuva em Nova Odessa, no interior de São Paulo

Três das 20 unidades da cidade tiveram aulas suspensas após destelhamento dos prédios

Marcela Bourroul Gonsalves, estadão.com.br

31 Outubro 2011 | 17h04

SÃO PAULO - Cerca de mil alunos de Nova Odessa, a cerca de 120 km de São Paulo, ficaram sem aula hoje por causa do destelhamento de escolas após as fortes chuvas e ventos que atingiram a região na noite de sábado. Segundo a Secretaria Municipal de Educação, as aulas foram suspensas em três das 20 unidades da rede municipal de ensino.

A medida foi tomada para que os trabalhos de limpeza e conserto dos telhados pudessem ser feitos o mais rapidamente possível e para evitar eventuais riscos aos alunos. Para auxiliar a prefeitura na limpeza, a Companhia de Desenvolvimento de Nova Odessa (Coden) deslocou um caminhão, uma máquina pesada e uma equipe formada por 10 colaboradores para a limpeza das três unidades.

Paralelamente, as equipes municipais atuam na remoção de árvores e galhos caídos nas ruas e avenidas da cidade, inclusive no interior do Cemitério Municipal, onde ao menos 30 árvores tombaram pela força dos ventos. A limpeza visa permitir que o local esteja apto a receber os milhares de visitantes aguardados para quarta-feira, 2, Dia de Finados. Os fortes ventos também causaram a queda de postes e a consequente interrupção do fornecimento de energia para o sistema de distribuição de água tratada da cidade.

Mais conteúdo sobre:
chuvas em SP escola SP vendaval

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.