Mil pessoas participam do Fórum Social de Campinas

Cerca de mil pessoas participaram das 30 oficinas de debate e 10 conferências do Fórum Social deCampinas, neste final de semana, conforme balanço apresentado nesta segunda-feira por um dosorganizadores do evento e coordenador de direitos humanos do Identidade ? Grupo de Ação pela Cidadania Homossexual, Paulo Tavares Mariante.Segundo Mariante, foram elaboradas duas Cartas de Campinas, uma do Fórum das Autoridades, mais voltada para as questões político-administrativas, e outra doFórum Social. Os documentos serão encaminhados a autoridades da região e aosorganizadores do Fórum Social Mundial de Porto Alegre, a ser realizado em janeiropróximo.As duas cartas têm basicamente as mesmas ponderações, conforme Mariante. Alertam para que ?valores econômicos não se sobreponham aos sociais? e pedem a construção de ?um novo modelo?, baseado em ?pleno direito à cidadania?, igualdade de condições, combate à discriminação e valorização da democracia.De acordo com o coordenador, o Fórum de Campinas teve como objetivos ampliar discussões sobre questões sociais na região de Campinas e preparar e qualificar a região para os debates do Fórum Social Mundial.

Agencia Estado,

02 de dezembro de 2002 | 18h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.