Militar é condenado por roubo de carro no Rio

Decisão do Tribunal de Justiça condena militar do Exército a seis anos de prisão

Tiago Rogero, estadão.com.br

13 de maio de 2011 | 10h53

RIO - Um militar do Exército foi condenado a seis anos de prisão pelo roubo de um carro em Vista Alegre, na zona norte do Rio. Segundo o Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), Adriano Vitório da Silva, o "Menor", cometeu o crime no período em que cumpria pena no 57º Batalhão de Infantaria Motorizada do Exército Brasileiro. O juiz Rodrigo José Meano Brito, da 14ª Vara Criminal da Capital, também condenou o comparsa do militar no crime, Tiago Silva Lima.

Segundo a denúncia, em 26 de abril de 2010, os dois roubaram o veículo, um Fiat Siena, de Jorge Luiz Viana. A vítima reconheceu o militar como um dos autores do roubo.

Para o juiz, "ficou claro que o Adriano Vitório saiu da prisão para roubar". Na decisão, o magistrado determinou que uma cópia dos autos do processo seja encaminhada ao Comando Geral do Exército e aos Ministérios Públicos Federal e Militar. Ele deve ser transferido do 57º Batalhão para uma das unidades da Divisão de Capturas e Polícia Interestadual (Polinter).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.