EFE
EFE

Militares discutem mudanças no transporte do papa a Aparecida devido ao mau tempo no Rio

Francisco pode viajar à cidade paulista de avião, em vez de helicóptero

Marcelo Gomes/Rio, O Estado de S. Paulo

23 Julho 2013 | 12h44

Militares do Exército e da Aeronáutica envolvidos no esquema de segurança do papa Francisco realizam uma reunião nesta terça-feira, 23, para avaliar formas alternativas de o pontífice ir a Aparecida (SP) na quarta-feira, 24. Inicialmente o pontífice seria transportado num helicóptero militar. Entretanto, devido ao mau tempo que atinge o Rio e São Paulo, a viagem poderá ser feita de avião. Também não está descartada a possibilidade de ele ser transportado de carro.

Segundo o tenente-coronel Alberto Correa, da assessoria de imprensa do Centro de Coordenação de Defesa de Área (CCDA) do Rio, caso o mau tempo continue, a maior probabilidade é que um avião decole do Rio de Janeiro e pouse em São José dos Campos, município próximo a Aparecida.

A agenda oficial do pontífice prevê que, a partir das 10h30 de quarta-feira, ele participe de uma missa na Basílica do Santuário Nacional de Aparecida. O papa fará a homilia. A decolagem do helicóptero no heliponto da residência do Sumaré, onde ele está hospedado no Rio, está inicialmente prevista para as 8h15, com chegada ao heliporto do Santuário de Aparecida às 9h30.

Mais conteúdo sobre:
Papa jornada Aparecida

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.