Wilton Junior/ Estadão
Wilton Junior/ Estadão

Militares fazem operações contra tráfico e roubos de cargas no Rio

Ação envolve policiais e forças armadas com a utilização de blindados e helicópteros

Roberta Pennafort, O Estado de S.Paulo

09 Maio 2018 | 08h27

RIO - As Polícia Militar, Civil e Rodoviária Federal e as Forças Armadas deflagraram, na manhã desta quarta-feira, 9, três operações simultâneas em diferentes regiões do Estado do Rio, para coibir o tráfico de drogas e o roubo de cargas.

Equipes estão em rodovias nas divisas com São Paulo e Minas Gerais, junto com a PRF. Na Avenida Brasil,  há pontos de bloqueio e controle de acesso às estradas. Trechos da BR-116, BR 101, RJ-101 e RJ-104 contam com oficiais na ação.

+++ Balas perdidas atingem sala de torre do Shopping Rio Sul

Na zona norte da capital, para o cumprimento de mandados de prisão, parte ligados a roubos de carga, são realizadas ações de cerco e remoção de barricadas nas comunidades de Furquim Mendes, Dique e FICAP, entre a Pavuna e Vigário Geral.

Participam das operações 1.550 militares das Forças Armadas, 140 policiais rodoviários federais e 150 policiais civis, com utilização de blindados, aeronaves e equipamentos de engenharia para a remoção de barreiras físicas instaladas por bandidos. 

+++ 2 pessoas são atingidas por balas perdidas durante assalto no Rio

As ações fazem parte do escopo da intervenção federal na segurança pública do Estado, estabelecida em fevereiro pelo governo federal com o objetivo de controlar a violência no Estado. Desde então, verificou-se, no entanto, aumento de alguns índices de criminalidade, como o de homicídios e o de roubos de veículos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.