Mina clandestina de água mineral é interditada em São Paulo

A Polícia Federal, durante operação conjunta com o Departamento Nacional de Proteção Mineral - DNPM, interditou na madrugada desta quarta-feira, 12, uma mina clandestina de água mineral, que comercializava na grande São Paulo entre 10 e 20 mil litros do líquido diariamente. A empresa mineradora possuía autorização para explorar uma fonte com a marca Vidágua, mas captava, envasava e comercializava água de mina clandestina, portanto sem autorização e sem análise de qualidade.A polícia chegou ao local, na Estrada da Terra Boa, no município de Ibiúna, após uma denúncia anônima. A mina foi interditada, 10 mil garrafões e galões apreendidos e o proprietário, que não se encontrava no local no momento da operação policial, foi intimado a comparecer na Polícia Federal para esclarecimentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.