Minas investirá em 2011 R$ 500 milhões a menos

Durante a primeira reunião com seu novo secretariado, ontem, o governador de Minas, Antonio Anastasia (PSDB), sancionou o Orçamento do Estado para 2011, no qual os investimentos diretos sofreram uma queda de cerca de R$ 500 milhões em relação ao ano passado. Anastasia disse que, a princípio, não há previsão de contingenciamento. As despesas e as receitas foram fixadas em R$ 44,9 bilhões, aproximadamente 10% superior ao Orçamento aprovado para 2010.

Eduardo Kattah, O Estado de S.Paulo

04 de janeiro de 2011 | 00h00

Possíveis cortes serão negociados na elaboração do decreto de programação orçamentária e financeira, nos próximos 30 dias.As despesas com pagamento de pessoal cresceram 15,3 % em relação ao ano anterior, totalizando R$ 21,1 bilhões.

As aplicações diretas do Executivo caíram de R$ 3,7 bilhões para R$ 3,2 bilhões. Incluindo as empresas, contudo, o investimento previsto chega a R$ 10,2 bilhões - em2010 foramR$ 9,9 bilhões. Anastasia promete priorizar educação, saúde, assistência social e segurança, cujos orçamentos tiveram um crescimento médio de 13% - de R$ 15,5 bilhões para R$ 17,5 bilhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.