Minas tem cidades em situação de emergência pela seca e chuva

Chuva causou situação de emergência ao sul de MG; maioria dos municípios enfrenta problemas da estiagem

Solange Spigliatti, do Estado de S. Paulo,

22 de janeiro de 2008 | 14h14

Mesmo com as fortes chuvas que causaram situação de emergência em 12 cidades no sul de Minas Gerais, entre outubro de 2007 e janeiro deste ano, a maioria dos municípios enfrenta problemas causados pela estiagem. Segundo balanço da Defesa civil do Estado, 136 municípios decretaram situação de emergência desde abril de 2007. Apenas neste ano, quatro deles entraram para a lista dos que sofrem pela seca. Veja também:Chuvas deixam 11 municípios em estado de emergência em MG Para amenizar os transtornos, a Defesa Civil contribui com caminhões-pipa, cestas básicas ou outro eventual recurso, mas para recebê-lo o município deve comprovar a existência e o funcionamento das Coordenadorias Municipais de Defesa Civil (Comdecs), além de cumprir as novas orientações para receber o auxílio. Entre a população afetada pelas chuvas, 1.273 estão desabrigados e 1.187 estão desalojadas, nas 51 localidades que comunicaram problemas com as chuvas. Apenas uma pessoa morreu e 17 ficaram feridas, segundo balanço da defesa civil. A chuva fez estragos no início desta semana em Carmo de Minas, onde houve inundações, muros caíram e deslizamento de terras. Em Campestre, 15 casas foram inundadas no final da tarde de segunda-feira, 21.

Tudo o que sabemos sobre:
Chuva em Minas Geraisseca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.