Ministério da Justiça deve apoiar sanção do projeto sem mudanças

O Ministério da Justiça deve aprovar o Projeto Ficha Limpa e encaminhar o texto sem nenhum tipo de alteração para a sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, segundo assessores da pasta. O projeto, que dificulta a candidatura de políticos condenados por órgão colegiado da Justiça, foi aprovado pelo Senado no dia 19 de maio e está sob análise do ministério, que encaminhará sua avaliação a Lula, junto do parecer da Advocacia-Geral da União. "O Ficha Limpa é um projeto forte, vai trazer avanços ao País e tem grande apoio popular. Não há por que vetar", disseram os assessores. A polêmica em torno da lei surgiu após aprovação da emenda do senador Francisco Dornelles (foto), do PP-RJ, que trocou a expressão "tenham sido" por "os que forem".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.