Ministério Público aponta tortura de índios

O Ministério Público Federal no Amazonas denunciou ontem à Justiça Federal quatro militares do Exército acusados de torturar índios em São Gabriel da Cachoeira. Segundo a denúncia, os militares praticaram atos de abuso de autoridade e tortura, "causando sofrimento físico e mental a índios" das comunidades de São Joaquim e Uariramba. O fato teria ocorrido da noite de 29 de setembro de 2007 até a manhã seguinte. Os militares estariam investigando indígenas envolvidos com tráfico de drogas. A reportagem procurou o Comando Militar da Amazônia para falar do caso, mas não obteve resposta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.