Ministério Público investigará estrutura do parque Terra Encantada

Mulher de 61 anos morreu ao cair de uma montanha-russa no último sábado; em 2005, um homem já havia caido do brinquedo, e sofreu traumatismo craniano

Priscila Trindade, do estadão.com.br

23 de junho de 2010 | 19h50

SÃO PAULO - O Ministério Público do Rio (MPRJ) instaurou nesta quarta-feira, 23, um inquérito para apurar problemas de falta de manutenção preventiva e de conservação no parque temático Terra Encantada, na Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade. No último sábado, 19, a ajudante de cozinha Heydiara Ribeiro, de 61 anos, morreu ao cair de uma montanha-russa no local.

 

Em nota, o órgão ressaltou que já investigava acidentes parecidos ao ocorrido recentemente. "O acidente reforçou a convicção de que existem graves falhas na prestação do serviço. Em virtude disto, o inquérito está sendo instaurado para apurar as devidas responsabilidades". Em 2005, um homem de 28 anos caiu de uma montanha-russa e teve traumatismo craniano. Em 2008, bombeiros interditaram o parque por má conservação dos equipamentos.

 

O MPRJ pediu ao Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio de Janeiro (CREA-RJ) que verifique se a administração do parque cumpre as normas regulamentares relativas à manutenção, conservação e segurança dos brinquedos que opera.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.