Ministério Público quer melhorias nos serviços de trens da Supervia no Rio

Após receber reclamações, MP debate assinatura de Termo de Ajustamento de Conduta

Priscila Trindade, estadão.com.br

11 de agosto de 2011 | 10h08

SÃO PAULO - O Ministério Público e representantes da Supervia, concessionária que opera o serviço de trens urbanos da região metropolitana do Rio, se reuniram na quarta-feira para debater a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que obrigará a empresa a aperfeiçoar seus serviços dentro de um cronograma proposto pelo órgão.

 

Recentemente, a Supervia foi multada em R$ 1 milhão pela Justiça, após requerimento do Promotor Carlos Andresano, titular da 3ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Capital, por conta de centenas de reclamações sobre problemas na prestação de serviço.

 

Passageiros reclamaram de atraso no horário dos trens, panes e problemas de segurança. No encontro ficou acordado que a Supervia apresentará uma resposta à minuta formulada pelo promotor no dia 24 de agosto. A minuta final, que servirá de base para a propositura do TAC, será apresentada no dia 5 de setembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.