Ministério Público quer melhorias nos serviços de trens da Supervia no Rio

Após receber reclamações, MP debate assinatura de Termo de Ajustamento de Conduta

Priscila Trindade, estadão.com.br

11 Agosto 2011 | 10h08

SÃO PAULO - O Ministério Público e representantes da Supervia, concessionária que opera o serviço de trens urbanos da região metropolitana do Rio, se reuniram na quarta-feira para debater a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que obrigará a empresa a aperfeiçoar seus serviços dentro de um cronograma proposto pelo órgão.

 

Recentemente, a Supervia foi multada em R$ 1 milhão pela Justiça, após requerimento do Promotor Carlos Andresano, titular da 3ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Capital, por conta de centenas de reclamações sobre problemas na prestação de serviço.

 

Passageiros reclamaram de atraso no horário dos trens, panes e problemas de segurança. No encontro ficou acordado que a Supervia apresentará uma resposta à minuta formulada pelo promotor no dia 24 de agosto. A minuta final, que servirá de base para a propositura do TAC, será apresentada no dia 5 de setembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.