Ministério vai destinar recursos para combate à dengue em SP

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy, obteve ajuda do Ministério da Saúde para dobrar o serviço de combate à dengue, ampliar o Programa Saúde da Família e melhorar o atendimento médico na cidade. A prefeita conversou cerca de duas horas com o ministro Barjas Negri, acompanhada dos secretários de Finanças, João Sayad, e de Saúde, Eduardo Jorge. Segundo ela, o ministro se comprometeu a repassar mensalmente ao município R$ 400 mil, destinados à contratação de 800 pessoas, já concursadas, que atuarão no combate à dengue. Com isso, o pelotão anti-dengue da cidade se elevará para 1,6 pessoas, disse Marta.Com relação ao Programa Saúde da Família, foi aceita a novidade proposta pelo ministro: a de igualar a cidades para efeito de recebimento de recursos. Para Eduardo Jorge, a saída resolve o impasse criado pela dificuldade em alterar apenas para São Paulo as exigências na transferência de dinheiro. "O ministro reconheceu que o caso de São Paulo é diferente, mas seria impossível baixar uma portaria para atender apenas o município", justificou Eduardo Jorge. Barjas Negri se comprometeu a aumentar em mais R$ 900 mil os R$ 2,5 milhões que o município recebeu do Sistema Único de Saúde (SUS). O dinheiro cobrirá as despesas de unidades de terapia intensivas (UTIs) recém credenciadas ao sistema.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.