Ministro admite investigação de contas apontadas em dossiê contra Perillo

O ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, admitiu que a pasta investiga supostas contas financeiras no exterior que aparecem num dossiê contra o vice-presidente do Senado, Marconi Perillo (PSDB-GO). Barreto afirmou, porém, que na apuração em curso no ministério o nome de Perillo não aparece entre os alvos. O ministro disse que o Ministério da Justiça, por meio do Departamento de Recuperação de Ativos (DRCI), tem auxiliado o Ministério Público de Goiás na investigação.

, O Estado de S.Paulo

17 de abril de 2010 | 00h00

Embora tenha dito que o nome do senador não figura entre os alvos da apuração, Barreto afirmou que, se no futuro aparecer alguma informação relacionada a ele, a investigação prosseguirá. "O governo não protege amigos nem persegue inimigos", ressaltou. "Nós prestamos os esclarecimentos pedidos pelo Ministério Público, como fazemos sempre por dever de ofício, independentemente da filiação da pessoa investigada", explicou. Perillo nega possuir contas no exterior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.