Ministro da Agricultura depõe hoje no Senado

Sob pressão, o ministro Wagner Rossi, do PMDB, falará hoje Comissão de Agricultura do Senado. Ele foi convidado pelos partidos aliados da base do governo, depois que o líder do PSDB, senador Alvaro Dias (PR), apresentou um requerimento convocando-o para falar de irregularidades na Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Rosa Costa / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

10 Agosto 2011 | 00h00

Rossi falou na quarta-feira passada na Comissão de Agricultura da Câmara, quando foi blindado por deputados da base. A expectativa do governo é que seu depoimento no Senado repita a imagem positiva que passou para os parlamentares.

Mas a demissão no fim de semana do secretário executivo Milton Ortolan, homem de sua confiança, por suspeita de envolvimento na cobrança de propina nos contratos da pasta, mudou a situação.

Hoje, é esperado que até mesmo senadores governistas o questionem sobre as denúncias. Reportagem da revista Veja desta semana mostrou as relações do lobista Júlio Fróes, que despachava num gabinete do ministério, e o caso de empresas que teriam denunciado a cobrança de propina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.