Ministro da Justiça diz que foi infeliz ao defender a prefeita Marta

O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, reconheceu nesta terça-feira que a frase usada por ele para defender a prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), ontem, ?foi infeliz?.O ministro afirmou que a atitude dos estudantes de Direito do Centro Acadêmico 11 de Agosto, da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, em atirar uma galinha preta na prefeita ?seria como se algum homem estivesse falando e se jogasse um veado lá dentro?.O ministro ? que foi aluno da faculdade do Largo de São Francisco ? evitou entrar em polêmica sobre o assunto. ?O que quis fazer foi defender a prefeita Marta Suplicy, mas fui infeliz na tentativa. A frase foi infeliz mesmo?, afirmou Bastos, depois de ter se encontrado com secretários de Segurança Pública de todo o País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.