Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Ministro da Justiça propõe ação conjunta

O Ministro da Justiça, Miguel Reale Jr, anunciou há pouco a criação de uma ação conjunta na área de segurança pública também nos estados de São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul. Reale participou de entrevista coletiva com a governadora do Rio, Benedita da Silva, e a cúpula de segurança do estado, e evitou usar a expressão força-tarefa para definir as ações conjuntas contra o crime. Ele afirmou que a parceria com os quatro estados foi decidida antes do atentado à Secretaria de Direitos Humanos do Estado do Rio de Janeiro, apesar de ter sido anunciada logo após o atentado. "Tomamos essa decisão há muito tempo. Já havia a idéia de uma ação coordenada, além do Rio, nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul e Paraná". O ministro informou que se encontra amanhã com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e disse também que já conversou com o governo paranaense e com o governador do Mato Grosso do Sul, Zeca do PT. Reale anunciou ainda a liberação de R$ 11,9 milhões para a Secretaria de Segurança do Estado do Rio.

Agencia Estado,

23 de maio de 2002 | 15h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.