Ministro diz que vítimas devem reagir a assaltos

O ministro do Turismo, Walfrido dos Mares Guia, defendeu que a população brasileira deixe o "estado de letargia" em que, segundo ele, se encontra e reaja contra a violência urbana. Para o ministro, as pessoas não podem ser complacentes com os criminosos e devem reagir às investidas dos assaltantes. As declarações foram publicadas em jornais da capital mineira. Embora durante a entrevista ele não tenha citado o assassinato do segurança do filho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, as declarações do ministro do Turismo foram feitas no dia em que morreu o subtenente do Exército Alcir José Tomasi, baleado na cabeça durante um assalto. As declarações do ministro causaram polêmica na capital mineira. Uma rádio chegou a promover um debate sobre o assunto e a Assessoria de Comunicação da Polícia Militar de Minas Gerais (PM-MG) reiterou que a orientação da corporação é para que a população não reaja em caso de assalto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.