Ministro do STJ é agredido durante assalto em Copacabana

O ministro do Superior Tribunal deJustiça (STJ) Luiz Fux foi agredido a golpes de marreta duranteassalto ao prédio em que mora, em Copacabana, zona sul do Rio,ontem à noite. A polícia acredita que os seis assaltantes, comidades entre 18 e 23 anos, façam parte de um bando formado porjovens de classe média que moram na região. Eles fugiram levandojóias e dinheiro. O porteiro do prédio contou que foi dominado pelosassaltantes quando abria o portão para um amigo de um dos filhosde Fux, Rodrigo, por volta das 20 horas. O ministro, de 50 anos,ficou bastante machucado e foi internado no Hospital Copa D´Or.De manhã, os médicos informaram que ele passava bem e não corriarisco de vida. O chefe de Polícia Civil, Álvaro Lins, disse que jáforam presos integrantes de duas quadrilhas de jovens da zonasul que praticam assaltos para comprar droga. Em seu programa derádio, o secretário Anthony Garotinho informou que o número deroubos em residência se manteve estável em abril de 2003 emrelação ao mesmo mês de 2002: foram 164 ano passado contra 161este ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.