Ministro multa candidata em R$ 5 mil

O ministro Joelson Dias, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), aplicou multa de R$ 5 mil à candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, por fazer propaganda eleitoral antecipada na inauguração do Hospital da Mulher Heloneida Studart. O evento ocorreu dia 7 de março, em São João de Meriti (RJ). A decisão do TSE, de anteontem, foi a terceira punição contra a petista, que agora tem uma dívida de R$ 15 mil com a Justiça Eleitoral.

, O Estado de S.Paulo

10 de julho de 2010 | 00h00

Ontem, o Ministério Público Eleitoral pediu ao TSE a aplicação de nova multa no valor máximo previsto em lei: R$ 25 mil.

Dilma teria infringido a lei durante entrevista a uma rádio, ao se apresentar como candidata e prometer a execução da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC 2.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.