Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Ministro propõe "ação integrada" para ajudar sem-teto

O ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, disse hoje que o governo federal, por meio de sua pasta, irá propor uma "ação integrada" com os Estados e prefeituras das grandes cidades para atendimento aos moradores de rua e catadores de papel. Como exemplo de medidas que poderão ser tomadas, ele citou uma proposta feita pelo Ministério aos governadores e prefeitos de municípios com mais de 100 mil habitantes para a construção, em parceria, de restaurantes populares.Patrus, que foi um dos palestrantes do segundo dia do 3º Festival Lixo e Cidadania, em Belo Horizonte, disse que os assassinatos de moradores de rua em São Paulo e outras cidades do País estão "manchando" e "agredindo a consciência nacional".Segundo o ministro, a idéia é mobilizar todos os recursos para "atender a essas populações que representam os pobres dos mais pobres".Durante o evento, Patrus se reuniu com representantes de Fórum Nacional de Estudos sobre População de Rua, entre eles a irmã Maria Cristina Bove, da Pastoral de Rua da Arquidiocese de Belo Horizonte e o padre Júlio Lancellotti, da Pastoral do Povo de Rua, que atua na capital paulista.

Agencia Estado,

01 de setembro de 2004 | 18h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.