Missa organizada pela CUT reúne 800 pessoas

Cerca de 800 pessoas assistiram na manhã de hoje, à missa realizada pelo Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Claúdio Hummes, na Igreja da Consolação, região central de São Paulo. A cerimônia teve um tom político e social, com participação de lideranças sindicais ligadas à Central Unica dos Trabalhadores (CUT) e também do Movimento dos Sem-Terra (MST).Dom Claúdio atacou o desemprego generalizado em São Paulo e no Brasil. "A nova ordem econômica mundial, globalizada e de perfil neo-liberal, não cessa de gerar gigantesco desemprego em todo o mundo. Nos paises periféricos e em desenvolvimento, as seqüelas são ainda maiores." O religioso citou números do Banco Mundial (Bird), segundo os quais, o Brasil tem 24 milhões de pessoas que vivem na miséria e 30 milhões que vivem na pobreza. Para o cardeal, a solução desses problemas passa pelo emprego. "É preciso haver trabalho para todos. O trabalho é que gera riqueza e distribuiu renda, não o jogo financeiro", afirmou. Ao término da missa, incentivados pela CUT, os participantes lavaram duas bandeiras do Brasil, como forma de manifestação contra a corrupção e o desemprego. A maioria dos participantes segue agora até a praça da Sé, onde daqui há pouco acontecerá manifestação organizada pela Central Sindical.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.